Domingo, 23 de Setembro de 2018 Sem sessão iniciada, Iniciar Sessão
Loja Online
     Notícias   |   Produtos   |   Equip. Personalizados   |   Clube SPIUK   |   Download Center   |   Patrocinados SPIUK   |   Onde Comprar   |   Empresa   |   Apoio Cliente
NotíciasNotícias
 Detalhes da notícia
Segunda-Feira, 12 de Maio de 2014

Clique para ver em tamanho Real.
Equipa SPIUK
Sérgio Silva vence o 5º Duatlo de Torres Vedras
Sérgio Silva vence o 5º Duatlo de Torres Vedras. Segue o relato na primeira pessoa:

"Realizou-se ontem a última prova de qualificação para o mundial de Duatlo, desta feita no já conhecido Duatlo de Torres Vedras caracterizado pela sua dificuldade e pela distância standard de 10km+40kms+5km.

Por vezes quando vencemos, tudo parece bem, parece que foi fácil e que não custou nada, mas ontem não foi assim. Nas últimas semanas tenho sentido algumas dores nos tendões de Aquiles, limitando-me assim o trabalho especifico para o alcançar de bons resultados e ainda para piorar as coisas, esta semana uma gripe apareceu e teima em não me largar, por estas e mais algumas razões o objectivo para esta prova passava por não piorar o meu estado, mas tentando sempre ajudar o Clube Olímpico de Oeiras e se possível ajudar a colocar algum companheiro de equipa na selecção.

Assim foi dado o tiro de partida lá iniciei os mais de 10kms de corrida no difícil percurso desenhado no parque da várzea. Imponto um ritmo constante Gil Maia foi o ultimo a descolar aquando da 3ª de 4 voltas. Sendo ele sub-23 a minha missão era desgastá-lo ao máximo em prol do João Ferreira, atleta também sub-23 e meu colega de equipa, ambos a disputar lugares para o Mundial. Assim foi, terminando a primeira corrida isolado na frente com cerca de 40? de vantagem. O segmento de ciclismo era longo e duro devido ao vento e ás constantes subidas, impus o meu ritmo, mas vi que sozinho seria muito difícil e desgastante fazer os 40kms, pelo que no inicio da 3ª volta fui apanhado pelos perseguidores Gil Maia e António Mesquita. No inicio o entendimento não era o melhor, pois mais uma vez que nos vinha a perseguir seria um grande grupo com todos os meus colegas liderado pelo Ricardo Gouveia que vinha a fazer um trabalho fantástico e a rebocar todo o grupo fazendo com que a distancia fosse diminuindo a olhos vistos, contudo foi vitima de um furo e forçado a abandonar. Com esta situação a nossa distância voltou a aumentar e a vitória seria discutida entre o trio da frente. Chegámos à segunda transição com mais de 1? de vantagem e foi aqui que iniciei a segunda corrida já em ritmo bem elevado e com o pensamento em ?ritmos? de mundial, foram 5kms sempre a forçar um pouco.

É verdade que se nada de anormal acontecesse a vitória estaria garantida, mas por vezes temos de nos testar a nós próprios, e se na 1ª corrida foi ?controlado? já na segunda foi ?forçado?. Viria a vencer e a repetir a vitória alcançada no ano passado, desta vez com 1?10 de vantagem em 5kms para Gil Maia e 1?37 para António mesquita.

No final apesar da vitória individual e coletiva a satisfação não era a melhor pois deu para sentir que não estou a 100%, mas ainda faltam 20 dias para um dos objetivos da época.

Obrigado e todos vós, pois quando as pernas não conseguem com o corpo é a cabeça que nos leva e ontem foi um bocado assim.

Até breve. Obrigado"

voltar


 Clube Spiuk - REGISTA-TE!
 
 Torna-te fã no Facebook
 
 CATÁLOGO 2017